HISTÓRIA

A DESALAMBRAR FILMES | TEATRO é uma empresa produtora brasileira fundada em 2015 pela produtora Maria Tereza Urias e pelo cineasta, ator e produtor Renan Rovida, que atua, principalmente, na produção de filmes para cinema. Desde sua fundação, realizou a produção de um longa-metragem, de um média-metragem e de três curtas-metragens, além de prestar serviços de produção cinematográfica, desenvolvimento de roteiro cinematográfico, cursos de formação em cinema e teatro, produção teatral e produção de festivais de artes.

A Desalambrar produziu o longa-metragem SEM RAIZ (2017), direção de Renan Rovida e produção de Maria Tereza Urias, uma co-produção com o Coletivo Tela Suja Filmes, que teve pré-estreia nacional na Mostra Aurora, Competitiva Oficial da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes (Brasil). SEM RAIZ foi selecionado para festivais internacionais como o 36º Festival Cinematográfico Internacional do Uruguai, na Competitiva de Novos Realizadores; o 5º Festival Latinoamericano de Cinema de Quito, no Ecuador; e o 32º Cineuropa Compostela, na Mostra Latino Americana, em Santiago de Compostela, na Espanha.

 

Produziu também o projeto Os Despossuídos da Padoca, contemplado pelo ProAC de Artes Integradas, que resultou na peça teatral GRANIZO (2018) e no filme PÃO E GENTE (em pós-produção), ambos com direção de Renan Rovida e produção de Maria Tereza Urias, uma parceria com o Novo Teatro em Ruínas e o Coletivo Tela Suja Filmes.

 

É co-produtora do projeto Tela Suja Filmes: Ensaios sobre o Patriarcado, a Propriedade Privada e o Cinema, contemplado pelo ProAC de Ações de Fomento ao Audiovisual,  em parceria com a Plateau Produções e o Coletivo Tela Suja Filmes. Este projeto contou com exibições dos filmes AS MULHERES PENSAM, de Talita Araujo, e SEM RAIZ, em quatro cidades do Estado de São Paulo. Além da produção de dois filmes, A PROPRIEDADE É SAGRADA (em finalização), direção de Renan Rovida e produção de Maria Tereza Urias, e PATRIARCADO (em finalização), direção de Maria Tereza Urias e Talita Araujo, e produção de Renan Rovida, ambos com previsão de estreia em 2019/2020.

 

Ao longo de 2019, produz o filme de curta-metragem A MÁQUINA INFERNAL (em pós-produção), com direção do roteirista, curador e crítico Francis Vogner dos Reis, projeto contemplado pelo Prêmio Estímulo ao Curta-Metragem, com estreia prevista para 2019/2020. 

 

Destacamos ainda que os sócios realizaram conjuntamente os curtas-metragens ENTRE NÓS, DINHEIRO (2011) e COICE NO PEITO (2014), dirigidos por Renan Rovida, e CAPITAL/INTERIOR (2016), dirigido por Danilo Dilettoso e Talita Araujo, todos produzidos por Maria Tereza Urias dentro do Coletivo Tela Suja Filmes. que tiveram participações expressivas e premiações em festivais nacionais e internacionais como a Mostra de Cinema de Tiradentes, Festival Cinematográfico Internacional do Uruguai, Festival Internacional de Cinema de Caracas, Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo e Festival del Nuevo Cine Latino Americano de Havana. E a produção do projeto AS VEIAS ABERTAS DOS CINEMA LATINO AMERICANO (2015), em parceria com a Filmes de Abril, projeto contemplado pelo ProAC de Ações de Fomento ao Audiovisual, que contou com ações de formação, produção e exibição audiovisual.

 

Ao compreender a produção simbólica como produto capaz de mobilizar uma pertinente reflexão social e cultural, a DESALAMBRAR FILMES | TEATRO segue sua trajetória de produções artísticas. O acúmulo dos trabalhos realizados nos últimos treze anos pelos sócios Maria Tereza Urias e Renan Rovida, com produções em diversos segmentos artísticos, baseia a escolha dos projetos, ressaltando o rigor temático e estético, na busca por produzir um material artístico inventivo e popular.

2015 por DESALAMBRAR FILMES | TEATRO. Todos os direitos reservados.